31 de Julho de 2020 às 13h18

Novo golpe contra a Lava Jato: governo e STF querem impedir MPF de conduzir acordos de leniência

O governo federal e o ministro Dias Toffoli, do STF, preparam uma proposta para regulamentar os acordos de leniência, que são como as delações premiadas, mas para empresas.

De acordo com o que apurou O Globo, o projeto retira o Ministério Público Federal (MPF) das negociações e concentra poderes na Controladoria-Geral da União (CGU) e na Advocacia-Geral da União (AGU), órgãos subordinados à Presidência da República.

A proposta esvazia os poderes do Ministério Público em investigações contra empresas e enfraquece o combate à corrupção.

Na Lava Jato, o MPF fez acordos de leniência com empresas como o Grupo J&F e Odebrecht e conseguiu elevar o valor ressarcido aos cofres públicos de R$ 700 milhões para R$ 10,3 bilhões.

Se o projeto for aprovado, o MPF deixará de conduzir a negociações destes acordos.

Fonte: O Globo