21 de Julho de 2020 às 15h13

Após decisão de Toffoli, técnicos da PGR chegam a Curitiba para buscar dados da Lava Jato

Para cumprir decisão do Ministro Dias Toffoli, que determinou o compartilhamento de todas as informações que a operação Lava Jato possui com a Procuradoria-Geral da República, técnicos de Brasília chegaram à Curitiba para obter dados da força-tarefa desde o início da operação em 2014.

O pedido de compartilhamento de dados foi feito por Augusto Aras, procurador-geral da República, que fez diversas críticas públicas à operação.

Para que se possa ter ideia da quantidade de informação que terá que ser compartilhada, Polícia Federal e Ministério Público Federal possuem, juntos cerca de 1.000 terabytes de informação, entre documentos, fotos, planilhas, dados de dispositivos celulares e demais equipamentos apreendidos em todas as fases da operação. Estima-se de que a cópia de dados leve mais de uma semana para ser concluída.

Os procuradores da Lava Jato em Curitiba informaram que atenderão prontamente à determinação de Toffoli, mas em nota defenderam a independência do Ministério Público em todas as instâncias, por acreditarem que o compartilhamento de todos dados sobre inquéritos pode atrapalhar o andamento das investigações e representar um risco para a operação.

Fonte: Globo News