06 de Agosto de 2020 às 13h14

“Não posso mandar ninguém pagar uma conta para mim no banco?”, afirma Flávio sobre relação com Queiroz

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) admitiu que seu ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz fez pagamentos em dinheiro vivo em seu nome.

De acordo com o senador, os valores investigados como “rachadinha” se referem a pagamentos de suas contas pessoais feitos por Queiroz e negou que o fato represente qualquer ato ilícito.

“Não posso mandar ninguém pagar uma conta para mim no banco?”, respondeu Flávio ao ser questionado.

O filho do presidente negou ainda que tivesse conhecimento sobre os repasses de parte do salário de outros funcionários de seu gabinete para Fabrício Queiroz. “Talvez tenha sido um pouco relaxado de não olhar isso mais de perto, deixei muito a cargo dele. Mas é óbvio que, se soubesse que ele fazia isso, jamais concordaria.”, afirmou o senador.