09 de Agosto de 2020 às 14h06

Temer aceita convite de Bolsonaro para chefiar missão brasileira no Líbano

O ex-presidente Michel Temer (MDB) aceitou o convite de seu sucessor no Planalto, Jair Bolsonaro (sem partido), para chefiar uma missão humanitária do Brasil ao Líbano após explosões na zona portuária de Beirute.

O governo brasileiro pretende enviar medicamentos e alimentos para o país do Oriente Médio.

Em nota, Temer afirmou que, “quando o ato for publicado no Diário Oficial, serão tomadas as medidas necessárias para viabilizar a tarefa”.