10 de Agosto de 2020 às 11h38

“PGR deve atuar de modo independente de governos e governantes”, afirma Deltan Dallagnol

Em entrevista para o Estadão, Deltan Dallagnol disse que as condutas do procurador-geral da República, Augusto Aras, são “destrutivas” e indicam “visão equivocada sobre o Ministério Público e do seu trabalho na Operação Lava Jato”.

A operação Lava Jato existe há sete anos e está sofrendo o mais duro ataque desde o início da força-tarefa. Dallagnol cobra do procurador-geral da República independência em relação a “governos e governantes” e afirma que a operação não esconde segredos.

A Lava Jato é a maior operação de combate à corrupção da história brasileira. Mais de R$ 14 bilhões foram recuperados entre acordos de leniência, multas e valores desviados que foram devolvidos aos cofres públicos.

Veja a íntegra da entrevista neste link.