28 de Agosto de 2020 às 11h11

E-mails mostram Witzel intermediando contratos da primeira-dama com empresário

O Ministério Público Federal (MPF) identificou, após a quebra de sigilo, dois e-mails do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) para a sua esposa Helena Witzel, que mostram Witzel intermediando contratos da primeira-dama com o Hospital Jardim Amália Ltda (Hinja), que pertence à família do empresário Gothardo Lopes Netto.

Gothardo, ex-prefeito de Volta Redonda e ex-deputado estadual, foi preso na operação desta sexta-feira e é apontado como braço-direito do governador.

Por determinação do Supremo Tribunal de Justiça, Witzel foi afastado do cargo por 180 dias.

Fonte: O Globo