28 de Agosto de 2020 (atualizado às 12h32)

PGR diz que esquema pelo qual Witzel é investigado movimentou R$ 554 mil

A Procuradoria-Geral da República (PGR) afirmou na denúncia oferecida ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) que o esquema pelo qual o governador Wilson Witzel (PSC) é investigado movimentou R$ 554 mil.

O STJ decidiu na manhã desta sexta-feira (28) afastar do cargo o governador do Rio de Janeiro Wilson Witzon. Na mesma decisão, o STJ também expediu mandados de prisão contra o Pastor Everaldo, presidente do partido, e contra Lucas Tristão, ex-secretário de Desenvolvimento Econômico.

Atualização: O G1 atualizou sua matéria e o valor movimentado foi corrigido de R$ 274,2 mil para R$ 554 mil.