02 de Setembro de 2020 às 09h53

Após saída de Deltan, Aras articula reduzir integrantes e encurtar duração da Lava Jato

Depois do anúncio da saída do procurador Deltan Dallagnol da coordenação da força-tarefa da Lava Jato, o procurador-geral da República, Augusto Aras, avalia reduzir o número de integrantes e conceder um prazo mais curto de funcionamento para a operação. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Recentemente, os procuradores solicitaram à PGR a prorrogação da força-tarefa por mais um ano com a manutenção de todos os seus integrantes, alegando existir mais de 400 inquéritos que estão sob investigação e que seriam prejudicados com o encerramento precoce da operação.