02 de Setembro de 2020 às 14h07

TRF-1 arquiva ação penal contra Lula sobre propinas pagas pela Odebrecht

Nesta terça-feira (1º), o Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1), de Brasília, decidiu trancar uma ação penal em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva era acusado de ter recebido propina, por meio de um intermediário.

O Ministério Público Federal acusou Lula de ter recebido vantagem indevida, por meio de um sobrinho de sua primeira mulher, Taiguara Rodrigues, em troca da influência em favor da empreiteira Odebrecht junto ao BNDES.

Em outubro de 2019, o empresário Marcelo Odebrecht havia confirmado, em depoimento, o pagamento de propina ao PT em favor de Lula, entretanto, os juízes da Quarta Turma do TRF entenderam que não haviam elementos suficientes para o prosseguimento da ação penal.