02 de Setembro de 2020 às 18h27

STJ decide manter Wilson Witzel afastado do cargo por 180 dias

O ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), votou nesta quarta-feira (2) pela manutenção do afastamento de Wilson Witzel (PSC-RJ) do cargo de governador do Rio de Janeiro por suspeitas de desvios na Saúde no estado. Gonçalves é o relator do caso (veja mais abaixo os votos de outros ministros).

A Corte Especial do STJ decide nesta quarta se mantém a decisão do ministro que afastou Witzel do cargo por 180 dias, no contexto da Operação Tris In Idem. A operação investiga irregularidades e desvios em recursos da saúde do Rio de Janeiro. Witzel nega as acusações.

A Corte Especial do STJ é formada pelos 15 ministros mais antigos do tribunal. São necessários 10 dos 15 votos (quórum qualificado de dois terços) para que Witzel seja mantido afastado da chefia do Executivo estadual. O presidente do STJ só vota em caso de empate.