09 de Setembro de 2020 às 19h06

Lava Jato condena Cunha a 15 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Nesta quarta-feira (9), o juiz Luiz Antônio Bonat, da Lava Jato do Paraná, condenou o ex-deputado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha a 15 anos e 11 meses de reclusão pelos crimes de corrupção passiva e de lavagem de dinheiro.

Eduardo Cunha é acusado de exigir e receber US$ 5 milhões em propina em contratos de construção de navios-sonda da Petrobras.

Por meio de nota, a defesa do ex-deputado disse que “trata-se de uma sentença teratológica, servil a uma visão punitivista, cruel e decadente de criminalização da política”.

Fonte: G1/Paraná