10 de Setembro de 2020 às 18h22

Com Moro e Deltan fora, advogados articulam afastamento de Bretas da Lava Jato do Rio

Nesta quarta-feira (9), após a deflagração da Operação E$quema S, que investiga suspostos desvios do sistema S feitos por escritórios de advocacia, um grupo de advogados está se articulando para pedir no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) o afastamento de Marcelo Bretas, juiz da Lava Jato do Rio de Janeiro

Na terça-feira (8), a Polícia Federal cumpriu 50 mandados de busca e apreensão, alguns deles em escritórios de advocacias do Rio de Janeiro e de São Paulo. Entre os alvos da operação estavam Frederick Wassef, ex-advogado da família Bolsonaro, e Cristiano Zanin e Roberto Teixeira, advogados de Lula.

De acordo com este grupo de advogados, Bretas teria cometido “ilegalidades” em outros processos, como o que determinou a prisão do ex-presidente Michel Temer.

Fonte: O Globo