04 de Novembro de 2020 às 17h29

Mulher de Flávio Bolsonaro e filhas de Queiroz são denunciadas em inquérito sobre rachadinha

Além do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e de seu ex-assessor Fabrício Queiroz, o Ministério Público do Riodenunciou mais 15 pessoas acusadas de participarem do pagamento de “rachadinhas” na Alerj, como a mulher do senador, Fernanda Antunes Figueira Bolsonaro, e o chefe de gabinete dele, Miguel Ângelo Braga Grillo. As informações são do O Globo.

A família de Queiroz, ex-assessor de Flávio, também faz parte da lista de denunciados: a esposa, Márcia Oliveira de Aguiar, e as filhas, Nathalia e Evelyn Melo de Queiroz, que foram lotadas no gabinete de Flávio Bolsonaro como deputado estadual e faziam repasses de dinheiro para a conta do ex-assessor.

O primeiro núcleo de denunciados, ligado diretamente a Queiroz, também é formado por por vizinhos e amigos indicados por ele como Agostinho Moraes da Silva, Jorge Luis de Souza, Sheila Coelha de Vasconcellos, Marcia Cristina Nascimento dos Santos, Wellington Sérvulo Romano da Silva, Flávia Regina Thompson Silva e Luiza Sousa Paes.

Fonte: O Globo